Buscar
  • Sara Morgado

“Crónica de uma vida anunciada” ou “Viver em presença”

Em que momento estamos a viver?


A vida começa quando sinto o sol a tocar as minhas mãos e o meu corpo.

Quando sinto e vejo a caneta a criar formas de letras numa folha de papel.

Quando o som de uma música ao longe, entra nos meus ouvidos.

Quando o vento me despenteia o cabelo

Aí, quando realmente sou capaz de sentir isso, sinto-me viva.

Quando a passagem do sol para a sombra acontece, porque as nuvens caminham no céu, e eu noto esse acontecimento.

A vida acontece quando me permito sentir e ver tudo o que os meus olhos têm à sua frente. Tudo o que os meus ouvidos captam do que se passa em meu redor.

Quando o toque das minhas mãos no meu casaco se diferencia do toque das minhas mãos nas minhas calças. E eu noto isso.

Quando a sede chega e cada golo de água me permite sentir e desfrutar desse elemento.

Possa eu poder contemplar.

Os dias, os meses, os anos. Não na sua passagem. Mas na sua existência.

Porque apenas sinto o que está a acontecer...agora.

Que descoberta é esta?...Que acontece quando paro e me conecto com o que está dentro de mim e fora de mim? Sem nada querer fazer. Sem a lugar nenhum querer ir.

Por vezes sinto (eureka!), como se tivesse a chave de um tesouro meu, que descobri.

E depois vejo-me envolvida, noutros momentos, em falta de presença no momento presente. A querer chegar a algum lado.

E aí a humildade torna-se o único caminho, para me trazer de volta a mim e à percepção de que, em certos momentos, também há turbilhões cá dentro.

E sento-me com eles, escutando-os e permanecendo nessa consciência.

Que nestes meses, a vida seja vivida, com total presença, é o meu desejo para todos vocês!

0 visualização

©2020 por Sara Morgado. Criado orgulhosamente com Wix.com